Cybersecurity

O risco residual cibernético: Maior do que se estima

O risco residual cibernético: Maior do que se estima

Sua empresa investiu pesado em cibersegurança: adquiriu todas as ferramentas de ponta disponíveis no mercado, como Next Generation Firewall, EDR, SIEM e outros. Realizou treinamentos de conscientização de segurança, estruturou um SOC (Centro de Operações de Cibersegurança) com os melhores analistas do mercado e como garantia, salvou todos os dados em um backup. Parece que o desafio da cibersegurança foi superado e só resta o chamado risco residual, algo negligenciável. Mas nesse risco “residual” que se encontram os incidentes de maior impacto negativo. Sobra a pergunta então: Como lidar com esse risco?

Evidencia-se no mundo da cibersegurança que a abordagem tradicional, de focar os investimentos na prevenção de ataques, apresenta rendimentos decrescentes. Ou seja, prevenção e reatividade não acompanham os atacantes após um certo ponto.

A estratégia de construir várias defesas para deter os atores maliciosos já começou a demonstrar seus limites nos meados dos anos 90, quando os primeiros ataques cibernéticos de alto impacto começaram a acontecer. E já no início dos anos 2000 os analistas encontraram a solução no ato proativo de monitorar, detectar e responder a ataques. Nasceu o MDR – Managed Detection and Response.

O MDR complementa qualquer operação de cibersegurança. Mesmo com as melhores ferramentas de segurança e um SOC completo, se a empresa não possui uma equipe dedicada de MDR, ela continua vulnerável. Ter as defesas penetradas por meio de um ataque não é uma questão de “se”, mas de “quando”.

Por isso a importância de investir na resposta ao incidente. O MDR é proativo, os analistas constantemente monitoram os recursos digitais da empresa para detectar atores maliciosos antes que o ataque cause danos críticos. Mas afinal, o que o MDR entrega?

Os processos essenciais do MDR são:

  • Coleta de dados e monitoramento – Os analistas de MDR coletam informações sobre o ambiente, 24×7. A visibilidade sobre o que está acontecendo no ambiente faz toda a diferença e abre as portas para os próximos passos.
  • Classificação e triagem dos dados – Depois que os dados são coletados, os analistas começam a classificar e filtrar os dados úteis. Para evitar danos e desperdício de recursos, é essencial contar com analistas especializados para conduzirem essa triagem, além de ferramentas focadas em visibilidade profunda, como o NDR.
  • Investigação e avaliação – Depois de remover o ruído, os analistas investigam vulnerabilidades e indícios de ataques, evitando que incidentes passem despercebidos. Essa avaliação permite à organização responder contra as ameaças cibernéticas, interrompendo ataques decorrentes e fechando brechas que podem possibilitar incidentes no futuro.
  • Geração e apresentação do relatório de inteligência – Depois de cada investigação, os analistas compõem um relatório e compartilham-lo com o centro de operações de segurança (SOC) e outras partes da organização relevantes, de acordo com as políticas de segurança da organização. Desta forma, geram um ciclo contínuo de aperfeiçoamento e aprendizado para a empresa como um todo.

O Zerum MDR entrega todos os processos essenciais de MDR e ainda mais. O nosso foco é a integração: Transformar o MDR de algo genérico em um serviço personalizado para o cliente, para atender às necessidades específicas de sua realidade. Quer saber mais? Entre em contato!

Este conteúdo foi útil para você? Compartilhe em suas redes sociais:


Sobre a Zerum

A Zerum é uma empresa de Data Science líder em inovação que fornece visibilidade e entendimento em tempo real sobre fluxos de dados complexos. Nossos produtos, serviços e tecnologias ajudam grandes organizações a reduzir gargalos operacionais, combater ameaças cibernéticas avançadas, detectar fraudes e manter comunidades seguras.


📝 Para saber mais, entre em contato através do formulário abaixo.








    Related articles

    A importância da convergência entre EDR, SIEM e NDR
    A importância da convergência entre EDR, SIEM e NDR

    Ter visibilidade sobre a rede é o básico da segurança, mas é essencial...

    6 dias atrás

    By Zerum Team

    Baseline dinâmica – O que é e por que usar?
    Baseline dinâmica – O que é e por que usar?

    Mesmo com os melhores dados à disposição, contextualizar grandes volumes de informações é...

    4 meses atrás

    By Zerum Team

    Guia Rápido: O que é TDIR – Threat Detection and Incident Response?
    Guia Rápido: O que é TDIR – Threat Detection and Incident Response?

    A Detecção de Ameaças e Resposta a Incidentes (do inglês Threat Detection and...

    5 meses atrás

    By Zerum Team