Data Science

Três tipos de sonegação fiscal mais comuns praticados pelas empresas

Três tipos de sonegação fiscal mais comuns praticados pelas empresas

By Zerum Team

Criado:
05 maio, 2023
10 meses atrás
Data da última atualização: 16/05/2023

TAGS: Data Science, Inteligência Artificial, Sonegação Fiscal,

< Voltar para o blog

A sonegação fiscal é um crime que se configura quando um contribuinte não paga ou subfatura impostos devidos. No caso do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), uma das principais fontes de arrecadação dos estados, existem três tipos de sonegação fiscal mais comuns praticados pelos contribuintes. São eles:

  1. Subfaturamento de mercadorias: essa prática envolve a emissão de notas fiscais com valores menores do que o real para reduzir o valor do ICMS a ser pago. Essa técnica pode ser feita de diversas formas, como pela omissão de informações ou pela utilização de documentos falsos. O subfaturamento é uma das formas mais comuns de sonegação fiscal de ICMS e é considerado um crime grave.
  1. Não emissão de nota fiscal: outro tipo de sonegação fiscal é a não emissão de nota fiscal na venda de mercadorias ou prestação de serviços. Nesses casos, o contribuinte deixa de recolher o ICMS devido, configurando uma infração fiscal. Além disso, a falta de emissão de nota fiscal pode trazer prejuízos ao consumidor, já que ele fica sem comprovação da compra realizada.
  1. Fraude no cálculo do ICMS: por fim, outra forma de sonegação fiscal de ICMS é a fraude no cálculo do imposto. Isso pode acontecer de diversas formas, como na utilização de alíquotas menores do que as corretas ou na não inclusão de valores adicionais no cálculo, como o frete ou o seguro da mercadoria. Essas práticas também são consideradas crimes e podem resultar em multas e penalidades para o contribuinte.

Em resumo, o subfaturamento de mercadorias, a não emissão de nota fiscal e a fraude no cálculo do ICMS são as três formas mais comuns de sonegação fiscal de ICMS praticadas pelos contribuintes. Essas práticas trazem prejuízos para o governo e para a sociedade como um todo, prejudicando o desenvolvimento do país. 

O uso da inteligência artificial pelos auditores fiscais tem se mostrado uma ferramenta valiosa para detectar indícios de sonegação fiscal pelos contribuintes. Com a Zerum Controller, é possível analisar grandes volumes de dados de forma rápida e eficiente, identificando padrões e inconsistências nas informações fiscais que podem indicar práticas de sonegação fiscal.

Este conteúdo foi útil para você? Compartilhe em suas redes sociais:


Sobre a Zerum

A Zerum é uma empresa de Data Science líder em inovação que fornece visibilidade e entendimento em tempo real sobre fluxos de dados complexos. Nossos produtos, serviços e tecnologias ajudam grandes organizações a reduzir gargalos operacionais, combater ameaças cibernéticas avançadas, detectar fraudes e manter comunidades seguras.


📝 Para saber mais, entre em contato através do formulário abaixo.








    Related articles

    IA contra a Sonegação Fiscal: O Futuro da Fiscalização Municipal
    IA contra a Sonegação Fiscal: O Futuro da Fiscalização Municipal

    A sonegação fiscal é um problema que afeta os cofres públicos e prejudica...

    6 meses atrás

    By Zerum Team

    Como a ZML ajuda o Controller a combater a sonegação fiscal
    Como a ZML ajuda o Controller a combater a sonegação fiscal

    A sonegação fiscal é um problema grave no Brasil, sendo o ICMS o...

    7 meses atrás

    By Zerum Team

    Gestão de TI embasada em análise de performance
    Gestão de TI embasada em análise de performance

    Com uma previsão de alcançar uma renda de $13,818.98 bilhões em 2026, o...

    1 ano atrás

    By Zerum Team